sexta-feira, 30 de outubro de 2009

TUDO NOVO... DE NOVO!!!


Ainda curtindo a felicidade...

Mais uma vez escrevo “ainda” porque, como disse, todos sabemos que felicidade é momento. Não estou sendo pessimista, longe de mim ser assim, mas as pessoas que entendem a felicidade como momento são mais felizes e completas, porque não cobram da vida felicidade felicidade e mais felicidade! O ideal é entender que o que nos dá a sensação de felicidade são aquelas pequenas alegrias que somadas te deixam em um estado de êxtase por algum momento... que pode ser minutos, dias, semanas...

O meu momento é este, de realização a cada dia e que já duram semanas...

Fico feliz em poder contar isso, pois assim que cheguei por aqui foi difícil (como dizia o poeta “é que quando eu cheguei por aqui eu nada entendi...”)... mudança é sempre dificil! Mas depende de nós, apenas de nós mesmos, ver o lado Pollyana das coisas (como minha sogra me ensinou). Ainda não li o livro (acredite! Todo mundo já leu menos eu), mas o resumo do que li veio a calhar muito bem.

Mudança é bom sim! Estou adorando tudo o que tô vivendo... os enjôos da gravidez indo embora me fizeram ver que a vida agora está bem melhor: nada de sofrimentos! Estou parece adolescente experimentando as coisas pela primeira vez...

Dormir na casa nova pela primeira vez é uma experiência incrível! Por mais que tudo esteja tão bagunçado, que tudo que se queira esteja encaixotado, por mais que eu tenha que andar pulando pelas caixas no meio da casa e por mais que eu queira um copo pra beber água, um talher pra comer uma pizza e não ter... por mais que tudo esteja parecendo um caos... na verdade está tudo tão perfeito! Dormir nessa bagunça, abraçado com o grande amor mais que especial e sabendo que estou na “minha casa” de novo... isso é muito bom! Nada de princesa presa no 16º andar de hotel... Agora estou no meu canto!

Meu primeiro dia aqui foi incrível, estreei até a minha caixa de som do meu celular com calypso bem alto (não vale rir!), arrumei o que pude sem carregar peso (não posso por causa da barriga), já sentei na beirinha da cama da bebê 20 vezes e fico admirando o quartinho, a decoração, as cores... Não vejo a hora de ver tudo impecável! Já tirei fotos! Já fiz planos do primeiro jantar que vou fazer pros amigos (adoro trazer pessoas em casa numa noite agradável). Já imaginei até como será a noite de natal e onde ficará a minha primeira árvore bem colorida e cheia de pisca-pisca! É muito bom sonhar... é uma delicia...

Cássio foi trabalhar pela primeira vez de metrô! Incrível como chegou rápido no trabalho, muito melhor do que se tivesse ido de carro...

Me acostumo com a cidade a cada dia. Tenho certeza que vou ser muito feliz no bairro que escolhemos pra morar. Aqui não tem cara de São Paulo, aqui tem cara de bairro que só mora família, não tenho medo de andar na rua e nem de sair batendo perna por aí pra conhecer...

Quanta coisa nova. Quanta coisa boa! Tudo novo... de novo!!!

Minha barriga parece um troféu... estou amando esperar a Giovana, embora já esteja louca que ela saia daqui de dentro pra lhe dar um beijinho.

É isso!
Um beijo paulistano bem grande pra vcs!

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Aprenda a dividir seu tempo


Eu de novo atualizando esse meu vício que amo. Ai... Mas não tem jeito!!! Tudo o que leio de legal e que possa fazer uma pessoa melhor eu quero colocar aqui! Então lá vai mais um texto pra pensar...

"Crie filhos em vez de herdeiros.
Dinheiro só chama dinheiro, não chama para um cineminha, nem para tomar um sorvete.
Não deixe que o trabalho sobre sua mesa tampe a vista da janela.
Não é justo fazer declarações anuais ao Fisco e nenhuma para quem você ama.
Para cada almoço de negócios, faça um jantar à luz de velas.
Por que as semanas demoram tanto e os anos passam tão rapidinho?
Quantas reuniões foram mesmo esta semana? Reúna os amigos.
Trabalhe, trabalhe, trabalhe. Mas não se esqueça, vírgulas significam pausas...
...e quem sabe assim você seja promovido a melhor amigo/pai/mãe/filho/ /filha/namorada/namorado/marido/esposa/irmão/irmã... etc. do mundo!
Você pode dar uma festa sem dinheiro. Mas não sem amigos”.

Esse recadinho vai especial pro meu maridinho, que também tem trabalhado muito! Mas estou aqui pro que der e vier... sempre!

Torcida da vida...

Assista o vídeo logo abaixo... é lindo!

Mesmo antes de nascer, já tinha alguém torcendo por você.
Tinha gente que torcia para você ser menino.
Outros torciam para você ser menina.
Torciam para você puxar a beleza da mãe, o bom humor do pai. Estavam torcendo para você nascer perfeito.
Daí continuaram torcendo...
Torceram pelo seu primeiro sorriso, pela primeira palavra , pelo primeiro passo.
O seu primeiro dia de escola foi a maior torcida.
E o primeiro gol, então?
E, de tanto torcerem por você, você aprendeu a torcer.
Começou a torcer para ganhar muitos presentes e flagrar Papai Noel.
Torcia o nariz para o quiabo e a escarola.
Mas torcia por hambúrguer e refrigerante.
Começou a torcer até para um time.
Provavelmente, nesse dia, você descobriu que tem gente que torce diferente de você.
Seus pais torciam para você comer de boca fechada, tomar banho, escovar os dentes, estudar inglês e piano.
Eles só estavam torcendo para você ser uma pessoa bacana.
Seus amigos torciam para você usar brinco, cabular aula, falar palavrão.
Eles também estavam torcendo para você ser bacana.
Nessas horas, você só torcia para não ter nascido.
E por não saber pelo que você torcia, torcia torcido.
Torceu para seus irmãos se ferrarem, torceu para o mundo explodir.
E quando os hormônios começaram a torcer, torceu pelo primeiro beijo, pelo primeiro amasso.
Depois começou a torcer pela sua liberdade.
Torcia para viajar com a turma, ficar até tarde na rua. Sua mãe só torcia para você chegar vivo em casa.
Passou a torcer o nariz para as roupas da sua irmã, para as idéias dos professores e para qualquer opinião dos seus pais.
Todo mundo queria era torcer o seu pescoço.
Foi quando até você começou a torcer pelo seu futuro.
Torceu para ser médico, músico, advogado...
Na dúvida, torceu para ser físico nuclear ou jogador de futebol. Seus pais torciam para passar logo essa fase.
No dia do vestibular, uma grande torcida se formou. Pais, avós, vizinhos, namoradas e todos os santos torceram por você.
Na faculdade, então, era torcida pra todo lado.
Para a direita, esquerda, contra a corrupção, a fome na Albânia e o preço da coxinha na cantina.
E, de torcida em torcida, um dia teve um torcicolo de tanto olhar para 'ela'...
Primeiro, torceu para ela não ter outro. Torceu para ela não te achar muito baixo, muito alto, muito gordo, muito magro.
Descobriu que ela torcia igual a você. E de repente vocês estavam torcendo para não acordar desse sonho.
Torceram para ganhar a geladeira, o microondas e a grana para a viagem de lua-de-mel.
E, daí pra frente, você entendeu que a vida é uma grande torcida. Porque, mesmo antes do seu filho nascer, já tinha muita gente torcendo por ele.
Mesmo com toda essa torcida, pode ser que você ainda não tenha conquistado algumas coisas.
Mas muita gente ainda torce por você!!!


Autoria de Carlos Drummond de Andrade


video

Com o tempo...


Um grande bom dia a todos!!!

Inspirada nessa foto linda linda linda que minha amiga Nadia me mandou, li esse texto em um site e achei interessantíssimo...

Junte todas as coisas boas que aconteceram na sua vida, leia esse texto até o finalzinho e reflita de todo coração.
Com amor,
Bjs

"Com o tempo...
Você aprende que estar com alguém
só porque esse alguém lhe oferece um bom futuro,
significa que mais cedo ou mais tarde você irá
querer voltar ao passado...

Com o tempo...
Você se dará conta que casar só porque 'está sozinho(a)',
é uma clara advertência de que
o seu matrimônio será um fracasso...

Com o tempo...
Você compreende que só quem é capaz de lhe amar
com os seus defeitos, sem pretender mudar-lhe,
é que pode lhe dar toda a felicidade que deseja...

Com o tempo...
Você se dará conta de que se você está ao lado
de uma pessoa só para não ficar sozinho(a),
com certeza uma hora você vai desejar não voltar a vê-la...

Com o tempo...
Você se dará conta de que os amigos verdadeiros
valem mais do que qualquer montante de dinheiro...

Com o tempo...
Você entende que os verdadeiros amigos se contam nos dedos,
e que aquele que não luta para os ter,
mais cedo ou mais tarde se verá rodeado
unicamente de amizades falsas...

Com o tempo...
Você aprende que as palavras ditas num momento de raiva,
podem continuar a magoar a quem você disse,
durante toda a vida...

Com o tempo...
Você aprende que desculpar todos o fazem,
mas perdoar, só as almas grandes o conseguem...

Com o tempo...
Você comprende que se você feriu muito um amigo,
provavelmente a amizade jamais será a mesma...

Com o tempo...
Você se dá conta de que cada experiência vivida
com cada pessoa, é irrepetível...

Com o tempo...
Você se dá conta de que aquele que
humilha ou despreza um ser humano,
mais cedo ou mais tarde sofrerá as mesmas humilhações e desprezos,
só que multiplicados...

Com o tempo...
Você aprende a construir todos os seus caminhos hoje,
porque o terreno de amanhã
é demasiado incerto para fazer planos...

Com o tempo...
Você compreende que apressar as coisas
ou forçá-las para que aconteçam,
fará com que no final não sejam como você esperava...

Com o tempo...
Você se dará conta de que, na realidade,
o melhor não era o futuro,
mas sim o momento que estava vivendo naquele instante...

Com o tempo...
Você aprende que tentar perdoar ou pedir perdão,
dizer que ama, dizer que sente falta,
dizer que precisa, dizer que quer ser amigo...
...junto de um caixão...
...deixa de fazer sentido...

Por isso, recorde sempre estas palavras:
"O homem se torna velho muito rápido e sábio já tarde demais, exatamente quando JÁ NÃO HÁ TEMPO!"

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

SEJA BEM VINDA, GIOVANA!!!


Desde que descobri que estava grávida, ficava pensando como seria ter uma menina ou um menino... Hoje posso confirmar com pura convicção: É UMA MENINA! Ninguém me disse, eu mesma vi com meus próprios olhos na ultrassom sem erro.

Embora eu tenha passado esses últimos 4 meses imaginando que eu estaria carregando aqui dentro o Caio, fiquei muito feliz em saber que quem está por vir é a Giovana. Já imagino vários apelidinhos pra ela: Gi, Gio, Aninha, etc etc...

Hoje penso que Deus sabe mesmo o que faz. Não sei se eu estava preparada pra ser mãe de um menino. Não consigo ser tolerável a esses desenhos de luta, monstros, Ben 10, super heróis que não passam nenhuma mensagem inteligente e construtiva as crianças e sim violência, violência e mais violência, tornando-as cada vez mais agressivas, ariscas, mal criadas. Não! Não saberia como lidar com isso! Como fazer meu filho entender que eu quero que ele assista backardigans, cocoricó, Charlie e Lola? Como privar ele de tudo o que não é educativo que passa na TV? Menino é mais difícil de lidar com isso, mesmo porque os piores desenhos infantis são voltados para os rapazinhos. É isso! Pronto! Disse! Parece bobo, mas na véspera da minha ultrassom eu não parei de pensar no Ben 10 um só minuto.

Sim... sim... eu sei que as meninas também tem suas más influencias. Lembro da minha sobrinha assistindo Rebeldes (eu ficava indignada!), alem de outros desenhos que despertam a sexualidade das meninas antes do tempo, monte de besteirol sem fim... mas ainda assim a menina é mais delicada!


Não! Não estou preparada pra ser mãe de um menino, definitivamente! Deus sabe o que faz. Agora sei que meu pequeno príncipe Caio virá na minha segunda gestação, quando eu tiver mais segurança e mais inteligência emocional de lidar com as lutas e brincadeirinhas de super heróis de puro mau gosto!


Pois é, agora que descobri que minha cegonha é cor-de-rosa, estou hiper empolgada e empenhada com a arrumação do quartinho. Será de bichinhos, muitos bichinhos bem coloridos e com alguns detalhes em rosa e lilás. Até o nome – Giovana – já me acostumei (pra quem não sabe este nome quem escolheu foi o pai, eu tinha tanta certeza que era um menino que eu só sabia pensar no Caio).


A felicidade é plena! O amor é transbordante! E a ansiedade é imensa!


Seja bem vinda, minha princesa de pele rosada e cabelos negros! Te amo incondicionalmente!

Ainda vivendo em plena felicidade...



Digo “ainda vivendo em plena felicidade” porque todos nós sabemos que felicidade são momentos... e eu estou vivendo momentos ótimos. Já era tempo, não é? Afinal passei maus bocados ultimamente... Graças a Deus Ele é grande, grande não, é enorme de bondade e nos presenteia com tantas coisas boas.

Inspirada e muito satisfeita comigo mesma, só venho crescendo como pessoa, como esposa, como filha, como mãe, como irmã, como amiga, como gente!!! E nesse clima de reflexão, deixo um texto que recebi por email e que combina muito com o meu ponto de vista sobre o dinheiro:

“Dinheiro.....

O Dinheiro pode-se comprar uma casa, mas não um lar.
O Dinheiro pode-se comprar uma cama, mas não o sono.
O Dinheiro pode-se comprar um relógio, mas não o tempo.
O Dinheiro pode-se comprar um livro, mas não o conhecimento.
O Dinheiro pode-se comprar comida, mas não o apetite.
O Dinheiro pode-se comprar posição, mas não respeito.
O Dinheiro pode-se comprar sangue, mas não a vida.
O Dinheiro pode-se comprar remédios, mas não a saúde.
O Dinheiro pode-se comprar sexo, mas não o amor.
O Dinheiro pode-se comprar pessoas, mas não amigos.

... dinheiro não é tudo!”

Pense nisso e seja menos materialista.

Bjs e felicidade a todos!

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

MOMENTO DE FELICIDADE PLENA


Se pudéssemos ter consciência do quanto nossa vida é efêmera, talvez pensássemos duas vezes antes de jogar fora as oportunidades que temos de ser e de fazer os outros felizes.
Muitas flores são colhidas cedo demais. Algumas, mesmo ainda em botão. Há sementes que nunca brotam e há aquelas flores que vivem a vida inteira até que, pétala por pétala, tranqüilas, vividas, se entregam ao vento.

Mas a gente não sabe adivinhar. A gente não sabe por quanto tempo estará enfeitando esse Éden e tampouco aquelas flores que foram plantadas ao nosso redor. E descuidamos, cuidamos pouco, de nós e dos outros.

Nos entristecemos por coisas pequenas e perdemos minutos e horas preciosas. Perdemos dias, às vezes anos, as vezes a vida inteira...

Nos calamos quando deveríamos falar, falamos demais quando deveríamos ficar em silêncio. Não damos o abraço que tanto nossa alma pede porque algo em nós impede essa aproximação. Não damos um beijo carinhoso “porque não estamos acostumados com isso” e não dizemos que gostamos porque achamos que o outro sabe automaticamente o que sentimos.

E passa a noite e chega o dia, o sol nasce e adormece e continuamos os mesmos, fechados em nós. Reclamamos do que não temos ou achamos que não temos suficiente. Cobramos... Dos outros, da vida,de nós mesmos... Nos consumimos.

Costumamos comparar nossas vidas com as daqueles que possuem mais que a gente. E se experimentássemos comparar com aqueles que possuem menos? Isso faria uma grande diferença!

E o tempo passa…

Passamos pela vida, não vivemos. Sobrevivemos, porque não sabemos fazer outra coisa.
Até que, inesperadamente, acordamos e olhamos pra trás. E então nos perguntamos: e agora?!
Agora, hoje, ainda é tempo de reconstruir alguma coisa, de dar o abraço amigo, de dizer uma palavra carinhosa, de agradecer pelo que temos.

Nunca se é velho demais ou jovem demais para amar, dizer uma palavra gentil ou fazer um gesto carinhoso.

Não olhe para trás. O que passou, passou. O que perdemos, perdemos. As mágoas se foram. Perdoe! Olhe para frente !

Ainda é tempo de apreciar as flores que estão inteiras ao nosso redor. Ainda é tempo de voltar-se para dentro e agradecer pela vida, que mesmo efêmera, ainda está em nós.

Pense nisso... e agradeça!

Obrigada, meu Deus, pela vida e pela família que me deste!
Estou plenamente realizada e feliz!

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Família linda que Deus me deu


Ontem foi meu baby chá e meu aniversário, 28 aninhos de muita estrada e de muita coisa vivida. Motivo de muita alegria! Muita coisa bacana acontecendo de uma só vez! Meu melhor presente vem de dentro: meu bebê e o carinho que recebo de tanta gente ao mesmo tempo...
A todos o meu OBRIGADA!

Em especial a minha cerimonialista que se empenhou e fez tudo ser tão lindo e sair tão perfeito... Os parabéns de ontem deveriam ter sido todos voltados pra ela, minha irmã, que se supera nas organizações de eventos... O meu obrigada é imenso!

Obrigada a todo mundo que esteve presente e o montãozão de presente que ganhei! São muitos e já enchi três malas pra voltar pra casa... rsrsrsrsr

Tanta alegria me faz sentir a pessoa mais feliz do mundo... o bebê sente isso também, por isso é que ele só dobra de tamanho cada dia que eu acordo...

E a minha família 2 estava animadíssima também, amo mais a cada dia, pois sei que tenho muito mais que sogro, sogra, cunhadas, marido.... Deus me presenteou com um amigo pra toda vida, um grande amor... Ganhei duas irmãs tão carinhosas quanto as minhas irmãs de sangue... Ganhei uma mãe e um pai tão cuidadosos quanto os que me geraram... É uma família linda, que também é minha e que eu amo como se eu já nascesse fazendo parte dela... Meu bebê vai herdar este sangue de Menezes puro e abençoado!

Ter amigos pode ser bom, mas a FAMILIA ninguém substitui! Sempre estarão lá...

Amo minha família incondicionalmente!

Beijo bem grandão cheio de carinho!

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

O MEU ANIVERSÁRIO...


Hoje é dia de festa, dia super esperado do ano tanto quanto Natal, reveillon, páscoa... é o dia do meu aniversário!!! Pra mim é um dia de total e plena alegria. Ouço por aí pessoas dizendo que não gostam do dia do seu aniversário por vários motivos: Algumas dizem ter horror, pavor de envelhecer; outras ficam deprimidas, não vêem motivo algum para comemoração! Já tem aquelas que ficam tristes, lembrando de acontecimentos ruins passados ao longo da vida ou aquelas que justificam não gostarem desta data, porque sentem que não conseguiram realizar tudo que desejavam... Outras dizem ainda que nem ligam, que é uma data como outra qualquer, um dia comum...

Ah! Eu não! Adoro o dia do meu aniversário. Fico o mês inteiro de outubro me sentindo aniversariante! Nada de ressentimentos, nada de me sentir mais velha, nada de depressão, nada de ser um dia como o outro... Aniversário é bom demais, melhor que réveillon, é um novo ano de vida, é um recomeço, é uma nova chance, é mais amadurecimento, novos acontecimentos... é só ver tudo pelo lado bom da coisa!!!

Cultivo a alegria e o otimismo. Gosto muito de ser assim e cada vez procuro me esforçar mais para ser sempre melhor. Então, no dia do meu aniversário o meu otimismo multiplica de valor... Foi um ano que passou, agora o próximo tem que ser ainda melhor!!! Eu sempre tento contaminar as pessoas com o meu otimismo, com as minhas “filosofias de vida”, mesmo sabendo que várias vezes eu errei (todas sem a intenção de errar).

Nesses 28 anos de idade tive muito acertos e erros, precisei mudar minhas táticas de “sobrevivência” algumas vezes, já me machuquei e me machucaram... Já fiz alguém chorar e também já chorei varias vezes... Já fui ausente e também já me ausentaram... Já fui injusta com alguém e já fui injustiçada... Já tive um bom emprego e já tive que pedir dinheiro emprestado... Já lutei e já ajudei alguém na luta também... Já fiz muita gente feliz e já recebi muita felicidade em troco... Já fui filha e agora sou MÃE... Foram 28 anos de muito aprendizado e de VIDA pura! Com tudo o que tenho direito e de tudo um pouco... Coisas que ninguém imagina... E assim vai ser sempre!

A cada ano que comemoro meu aniversário, aumenta em mim a certeza que viver é bom demais! Adoro dias ensolarados. Adoro acordar cedo, aproveitar! Adoro conversar a toa, andar a toa, ficar a toa... Adoro o meu Deus que só me faz bem e engrandece minha felicidade interior, pura e genuína. Adoro as pequenas coisas! Aprendi a conquistar a minha própria felicidade com o que tenho, mesmo quando as mudanças não parecem ser tão boas...

Sim! Sou feliz! Sou feliz porque estou viva! Porque tenho amigos (poucos e verdadeiros)! Porque minha família é especial! Porque meu marido é um homem verdadeiramente admirável! Porque um dia eu nasci! Simples assim! Sem hipocrisias (odeio os hipócritas)! Sim! Sou feliz! Porque tenho sorte! Porque tudo dá certo pra mim (e sempre vai dá)! Porque tudo de bom que eu tenho pra dar é retribuído e completam minha felicidade...

Sim! Hoje é meu aniversário... Mas a vida será assim, FELIZ, todos os dias!

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Belém, Belém és minha bandeira...


Sim, eu tenho a cara do Pará
O calor do carimbó
O uirapuru que sonha
Sou muito mais,
Eu sou,Amazônia
Rosa flor vem plantar mangueira
E o cheira_cheira do tacacá
Meu amor ata a baladeira
E balança a beira do rio mar

Belém, Belém acordou a feira
Que é bem na beira do Guajará
Belém, Belém, menina morena
Vem ver-o-peso do meu cantar
Belém, Belém és minha bandeira
És a flor que cheira do Grão Pará

Belém, Belém do Paranatinga
Do bar do parque do bafafá
Bentivi, sabiá, palmeira
Não dá baladeira
Deixa voar

Belém, Belém acordou a feira
Que é bem na beira do Guajará
Belém, Belém, menina morena
Vem ver-o-peso do meu cantar
Belém, Belém és minha bandeira
És a flor que cheira do Grão Pará


(Flor do grão Pará - Lucinha Bastos - Composição: Chico Sena)